terça-feira, maio 30, 2006

Agatha Christie

Em 1983 eu tinha 10 anos de idade e era um devorador de livros da coleção vaga-lume. Os meus favoritos eram os de mistérios como O Cadáver Ouve Rádio, O Mistério do Cinco Estrelas, Sparion e O Caso da Borboleta Atília.
Foi então que fui apresentado a Agatha Christie, que se tornou minha primeira paixão literária. Desde o primeiro livro que li, Testemunha da Acusação, não consegui parar mais. Costumava anotar em um caderninho todos que tinha lido mas perdi este registro. Seguramente li mais de 60.
Dentre seus personagens impagáveis, que inclui uma simpática velhinha fofoqueira que soluciona crimes, o meu favorito sempre foi Hercule Poirot.
Que figura!
Foi uma antítese ao persongagem Sherlock Holmes de Arthur Conan Doyle. Poirot era baixo, gordo, já em de certa idade e resolvia seus mistérios utilizando principalmente o interrogatório aos suspeitos. Claro que existiam pistas, mas ele não saia como Holmes utilizando uma lupa e vasculhando cada milimetro de uma cena de crime!
Nunca li um autor que conseguise engenhar crimes tão pitorescos quanto Agatha fazia. Praticamente não havia limites para sua imaginação!
O bom de seus livros é o retrato psicológico que fazia dos personagens, você aos poucos sentia suas angústias, e suas personalidades. Ao redor dos crimes haviam excelentes dramas humanos de traição, angústia, romance, ódio, amor e poder.
Para quem nunca leu recomendo:

  • O Caso dos Dez Negrinhos - 10 pessoas são reunidas em uma ilha deserta onde uma gravação os acusa de 10 crimes ocorridos no passado em que a justiça não conseguiu condená-los. Não há como sair da ilha e um a um passam a ser assassinados. E não há mais ninguém na ilha...
  • O Assassinato de Roger Ackroyd - Um caso de Hercule Poirot que é impossível adivinhar a identidade do assassino. Nem perca tempo tentando solucionar o caso, apenas curta uma estória onde Agatha foi original ao extremo!
  • O Assassinato no Campo de Golfe - Outro do Poirot em que enfrenta uma espécie de sócia do Sherlock Holmes para descobrir primeiro quem assassinou um mulionário. Seu amigo Hastings (uma espécie deDr Watson) está impagável neste livro.
  • Assassinato no Expresso do Oriente - Já batido no cinema mas um dos melhores.
  • Inimigo Secreto (também publicado como Jovens Aventureiros Ltda) - Agatha nos apresenta Tommy Beresford e Tupence, uma dupla de jovens envolvidos em uma aventura de espionagem que não dá nem tempo para respirar!
Divirtam-se!

5 comentários:

Alexandra disse...

Como toda irmã menor, segui os passos do irmão e queria muito solucionar os livros da Agatha Christie. Eu nunca conseguia adivinhar quem era o assassino. O meu irmão então me ensinou um método através do qual eu conseguiria descobrir quem era o assassino. Para minha grande frustração, o primeiro livro ao qual tentei aplicar o método foi o Assassinato no Expresso Oriente. Não deu certo por motivos obvios para quem leu o livro mas que não posso dizer para nao estragar a surpresa para quem nao conhece a historia.

Quanto ao Caso dos Dez Negrinhos - esse dá muito medo!!!

Anônimo disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»

Anônimo disse...

Hmm I love the idea behind this website, very unique.
»

Anônimo disse...

Greets to the webmaster of this wonderful site! Keep up the good work. Thanks.
»

Anônimo disse...

I find some information here.