domingo, julho 30, 2006

House Episódio 214 - "Safe"


O episódio desta semana foi excelente.
House está morando agora com Wilson, que está se divorciando. Uma adolecente é internado com reações alérgicas, só que vive numa bolha! Enquanto a menina só piora, House faz da vida de Wilson um verdadeiro inferno.

Quote:

(House stops Foreman from writing on the whiteboard)
House: Sorry, there's a reason they call it the whiteboard. It's not my rule.

Spoiler

A cena final, em que House caça o carrapato dentro do elevador vale o episódio inteiro! Principalmente a cara que ele faz quando abre a porta!

Atlético 1 x 0 Flamengo


Desta vez não dá para dizer que o Flamengo tenha jogado mal. Mas perdeu gols que fizeram falta e foi castigado em Curitiba na tarde de hoje.
Eu esperava a derrota, mas acreditei que seria aquele time disperso, curtindo o título, sem levar o jogo a sério. Enganei-me. O Flamengo jogou sério e bem. A partida foi equilibrada, e em jogos assim os detalhes decidem.
Agora o time volta para a zona do rebaixamento (pela milésima vez) só que em trajetória descendente. É fundamental a vitória no sábado para voltar a respirar. Até lá é passar a semana olhando o lado de baixo da tabela!

Ferrari do volta ao topo


O alemão está de volta. É a terceira vitória seguida em mais uma corrida sem qualquer emoção. Ainda bem que parei de ver fórmula 1 faz tempo. Aquelas corridas cheias de ultrapassagem, de trocas constantes de líderes estão cada vez mais isoladas, perdidas em um passado distante e nostálgico.
O primeiro campeonato que assistí foi o de 1983, que Piquet venceu em disputa emocionante com Alain Prost. Bons tempos em que disputavam a liderança Rosberg, Lauda, De Angelis, Laffite, Mansel...

Lula compara-se a Getúlio Vargas no RS

Muito curioso essa. Getúlio foi o único ditador que o Brasil teve, onde governou por 15 anos seguidos. E é considerado um democrata! Coisas da nossa república de bananas!
Já pensaram 15 anos de Lula?
Como dizia uma campanha recente: apague esta idéia!

sábado, julho 29, 2006

Já que estou recebendo a "visita" da minha sogra, vai aqui algumas homenagens:



Sujeito voltava do enterro da sogra e resolve passar num boteco para comemorar. Duas horas depois, já bastante embriagado, está voltando para casa e, ao passar perto de um edifício em construção, é surpreendido por um tijolo que cai a poucos centímetros de seus pés.
- E não é que aquela desgraçada já chegou no céu! - comenta consigo mesmo.

O sujeito entrou na quitanda e pediu dois melões.
- O senhor quer verde ou maduro? - perguntou o atendente.
- Tanto faz! Não são para mim!
- Posso saber para quem são? - perguntou, curioso.

- Para minha sogra... Ainda ontem ela me disse que daria a metade da vida por um melão!!


E o delegado, para o genro da vítima:
- Eu não consigo entender como é que o senhor, ao ver um homem agredindo a sua sogra, pôde permanecer de braços cruzados!
- Pois é, doutor! Eu até que estava com vontade de fazer alguma coisa, mas...
- Mas, o quê?
- Achei que dois caras batendo numa velhinha
seria muita covardia!

O sujeito abre a porta e dá de cara com a sogra.
- Olá, sogrinha! - cumprimenta ele, fingindo satisfação.
- Que bom que a senhora veio nos visitar.
Então ele percebe que ela está com uma maleta nas mãos.
- Quanto tempo a senhora pretende ficar com a gente? - pergunta, preocupado.
- Ah! Acho que até vocês se cansarem de mim!
- Sério mesmo? Não vai nem tomar um cafezinho?



O sujeito leva o cachorro ao veterinário.

- Eu quero cortar o rabo do meu cachorro!

O veterinário, acostumado a esse tipo de serviço, obedece calado. Vinte minutos depois está de volta.

- Pronto, meu senhor! Aqui está!

- Péra aí! Eu mandei cortar o rabo todo mas o senhor ainda deixou um pedaço!

- Se eu cortar o rabo todo, o seu cachorro vai ficar horrível! - defende-se o veterinário.

- Não me interessa! Quero que corte tudinho!

- Tudo bem! Tudo bem! - concorda o médico.

- Mas posso ao menos saber o motivo da implicância com o pobrezinho?

- Implicância nenhuma, doutor! É que a minha sogra vai almoçar em casa no próximo domingo e eu não quero ver nenhuma manifestação de alegria!!

Letra

I've seen some sad times I said
I'd had enough of heartbreak
I told myself that I could never fall again
Then sure as fate she came, I,
Just had to get to her and,
She gave me all her numbers, gave me all her names
Cold and lonely without you
Don't know if I can make it through,
Maybe you'll hear this song
You been gone way too long,
Too good to let it go, too good to be true

We left and we went home,
Unbelievable,
I looked into her eyes, thunder in my heart,
And we were joined forever
Our bodies slick together,
I told her everything, confessions in the dark

Cold and lonely without you
Don't know if I can make it through,
Maybe you'll hear this song
You been gone way too long,
Too good to let it go, too good to be true

She painted inspiration
Onto my fractured soul, I
Was never sure she knew how much she meant to me
She never trusted me, I know she didn't see
The night she left she killed the heart inside of me

Cold and lonely without you
Don't know if I can make it through,
Maybe you'll hear this song
You been gone way too long,
Too good to let it go, too good to be true


Motorhead - Too Good To Be True

Minas Gerais e mais um tiro no pé do PT...

Tudo caminhava bem para o PT em Minas Gerais. Aécio tinha um pacto de não agressão com Lula de olho nas eleições de 2010. Para tanto ganharia a eleição em Minas com um ampla aliança que incluía o PMDB com a candidatura de Itamar para senador. E em 2010 seria o candidato a presidência pelo PMDB.
O que fez o PT?
Dispensou Itamar, uma aliado de 2002, e festejou uma inesplicável aliança com... Newton Cardoso!!!
Vai gostar de balcão de negócios assim na China! Newtão não ganha em Minas o que deixou Aécio preocupado. Qual era o objetivo desta manobra?
Só poderia haver um. Tirar de Aécio a chance de ser candidato pelo PMDB. O governador mineiro entendeu o recado e preparou-se para luta.
Numa primeira etapa convenceu Itamar a apoiar Alckmin na campanha.
O apoio do ex-presidente talvez seja o mais crucial para o candidato do PSDB. De todos os ex-presidentes da Nova República é o único que não tem suspeita de corrupção, muito pelo contrário, deu um grande exemplo ao colocar toda estrutura do Estado à disposição da CPI dos Anões do Orçamento em 1993, o que foi determinante para o sucesso da investigação do congresso sobre aquele episódio.
É histórico. Ninguém se elege presidente sem vencer em Minas ou São Paulo.
E para melhorar ainda mais para Alckmin o presidente, para variar, soltou mais uma de suas escorregadas clássicas. Se referiu a Itamar como um ininputável por causa da idade. Mais uma declaração para ser bem explorada na campanha, de preferência junto com os atos do comissário Berzoini no ministério da previdência!

Lula diz que se não fosse a ação fiscalizadora do governo não teria aparecido os casos de corrupção. Não é incrível?

E não fica nem vermelho! Com o governo se enterrando no caso das senguessugas até o pescoço o presidente soltou mais uma pérola. Segundo sua excelência, deve-se à ação fiscalizadora do governo o aparecimento dos casos de corrupção. Não vou nem perder meu tempo relembrando os casos Waldomiro e Roberto Jefferson, vou direto a este último.
A CGU tinha sim detectado indícios de corrupção no ministério da saúde. O que fez? Mandou um ofício ao Ministro da Saúde, Humberto Costa, informando a suspeita. O que fez o diligente ministro? Depois de mais de um mês nomeou uma comissão para investigar o assunto.
Sempre que um governo do PT nomeia uma comissão para tratar de qualquer assunto pode ter certeza que daí não sai nada.
O escândalo das sanguessugas só apareceu no noticiário e nas páginas policiais pela ação:
1-Do juiz Jefferson Schneider e ao procurador Mário Lúcio Avelar do Estado do Mato Grosso. A Polícia Federal só entrou no caso cumprindo determinações do procurador. Devia estar muito ocupado procurando roubo na Daslu.
2- Dos deputados Raul Jungmann (PPS-PE) e Fernando Gabeira (PV-RJ), que arrancaram uma CPI praticamente na unha, contrariando governo e os presidentes das duas casas que ficaram com medo de arquivar esta tão perto das eleições.
A CGU é mais um órgão que a quadrilha que tomou o país não tem escrúpulos de utilizar a serviço de seu plano de poder. Junta-se ao time da Polícia Federal, Receita Federal, Caixa Econômica e Banco do Brasil.
Acorda Brasil, antes que seja tarde!

quinta-feira, julho 27, 2006

Flamengo Campeão da Copa do Brasil 2006





Mais fácil que se esperava

Foi surpreendentemente fácil. O rubro-negro dominou o jogo do primeiro ao último minuto. O Vasco, nervoso, errava todos os passes que podia e mais um pouco. As 16 minutos a vaca começou a ir para o brejo quando Valdir Papel (que não quer ser chamado por este nome) fez um papelão (não resisti) e num carrinho desnecessário recebeu o segundo amarelo e deixou o campo para desespero de Renato Gaúcho.
Mais 10 minutos e tudo estava decidido. Juan acertou chute seco em rebote da zaga e fez o gol do jogo. A partir daí o Vasco se perdeu em campo e o Flamengo apenas controlou o jogo. A torcida cantou o tempo todo e não sofreu nenhum susto.
Agora, com a conquista de seu segundo título na copa do Brasil, o Flamengo garantiu sua vaga na Libertadores do ano que vem. Só espero que a diretoria faça um trabalho desde já ao invés de contratar um punhado de jogadores na virada do ano e disputar o campeonato sem entrosamento como em 2002.
Mas foi bom demais! 5 títulos seguidos comemorados sobre o Vasco ao longo de 8 anos. É muita coisa! Uma freguesia incomum para adversários tão parelhos. Melhor para nós que estamos do lado que está vencendo.
Mengo!!!

Campeões da Copa do Brasil

2006 Flamengo
2005 Paulista
2004 Santo André
2003 Cruzeiro
2002 Corinthians
2001 Grêmio
2000 Cruzeiro
1999 Juventude
1998 Palmeiras
1997 Grêmio
1996 Cruzeiro
1995 Corinthians
1994 Grêmio
1993 Cruzeiro
1992 Internacional
1991 Criciúma
1990 Flamengo
1989 Grêmio

A Campanha

Campanha do Mengão na Copa do Brasil 2006

2/02 ASA                1 x 1
08/03 ASA                2 x 1
22/03 ABC                1 x 0
05/04 ABC                4 x 0
12/04 Guarani                5 x 1
19/04 Guarani                0 x 1
26/04 Atlético-MG 4 x 1
03/05 Atlético-MG 0 x 0
10/05 Ipatinga                1 x 1
18/05 Ipatinga        2 x 1
19/07 Vasco                2 x 0
26/07 Vasco                1 x 0

quarta-feira, julho 26, 2006

É Hora de Decisão

Finalmente! Daqui a 30 minutos o Flamengo decide com o Vasco a Copa do Brasil deste ano. A vantagem é boa (2 gols) e o time é melhor, mas nem um pouco confiável. Em clássico tudo pode acontecer. Nas últimas 4 finais deu Flamengo e estatisticamente fica difícil imaginar a quinta vitória seguida, mas estatisticamente o Flamengo perdeu as 3 últimas finais de copa do brasil.
Já fiz a minha parte. Tenho:
vinho
salaminho
queijo
pizza de peperone

Alea Jacta Est!

Tocando agora


Jonh Mayall and the Bluesbreakers
A Hard Road(1967)

Discão do mestre do blues inglês, que toca neste album com Peter Green na guitarra solo, John McVie no baixo e Aysnley Dunbar na bateria. Green e McVie formariam pouco depois o Fleetwood Mac e Dunbar é o mesmo que gravou Whitesnake (o disco) em 1987.

terça-feira, julho 25, 2006

Letra

"Politicians hide themselves away.
They only started the war.
Why should they go out to fight?
They leave that role to the poor, yeah."

War Pigs
Black Sabbath

"Políticos escondem-se.
Eles apenas começaram a guerra.
Por que eles devem sair e lutar?
Eles deixam este papel para os pobres, yeah."

Eleições 2006

Ladeira abaixo

Está confirmado a tendência de queda de Lula. A pesquisa IBOPE divulgada hoje apresentou o seguinte resultado:
Lula 44%
Alckmin 27%
Heloísa Helena 8%
Cristóvão Buarque 1

A pesquisa ainda apresenta a vitória de Lula no primeiro turno (a turma da estatal Globo fez questão de noticiar isso), mas hoje está cada vez mais claro que poderá haver segundo turno pelo viés das últimas semanas, ainda mais quando a TV começar a relembrar a lambança petista do ano passado a partir de agosto.
A melhor notícia para Alckmin no entanto é a diminuição de 22 para 9 pontos na simulação de 2º turno. Reforça a idéia que o mais difícil é forçar o segundo turno, daí ganha quem tem menor rejeição, como bem sabe Paulo Maluf.
A propósito, tenho escutado alguns esquerdistas eufóricos acreditando que poderá haver segundo turno entre Lula e Helô. Nem que chova vaca no Rio de Janeiro. Se HH chegar no segundo é no lugar do grande timoneiro. É ver para crer.

Artigos

Ufa! Passei a manhã resumindo três artigos para a aula de mecânica dos pavimentos de hoje à tarde. Esse negócio de resumir artigos é meio chato e gasta um certo tempo. Mas estudante tem que reclamar sempre não é mesmo?

Frases de alguém famoso...

"Eu gostaria de ter estudado latim, assim eu poderia me comunicar melhor com o povo da América Latina"

"A grande maioria de nossas importações vem de fora do país."

"Se não tivermos sucesso, corremos o risco de fracassarmos."

"O Holocausto foi um período obsceno na História da nossa nação. Quero dizer, na História deste século. Mas todos vivemos neste século. Eu não vivi nesse século."

"Uma palavra resume provavelmente a responsabilidade de qualquer governante. E essa palavra é "estar preparado".

"O futuro será melhor amanhã."

"Eu mantenho todas as declarações erradas que fiz."

"Um número baixo de votantes é uma indicação de que menas pessoas estão a votar."

"Nós estamos preparados para qualquer imprevisto que possa ocorrer ou não."

"Minha mãe nasceu analfabeta."

"Não é a poluição que está prejudicando o meio-ambiente. São as impurezas no ar e na água que fazem isso."

"É tempo para a raça humana entrar no sistema solar."

segunda-feira, julho 24, 2006

Aposta de alto risco


Surpresa geral na sede da CBF. Dunga foi anunciado como novo treinador da seleção brasileira. Trata-se de uma aposta de alto risco, tendo em vista que o jogador nunca exerceu a função. O próprio Ricardo Texeira já tinha tentado esta solução antes após a copa de 90 quando escolheu Falcão para o cargo e não deu certo.
De positivo o fato de não ter caído no óbvio de colocar Vandelei Luxemburgo e estes teóricos que dominam o futebol brasileiro. Dunga sempre teve inegável lideranção mas como vai lidar com os egos de nossos "pop stars" são outros quinhentos.
O grande problema é que não vai ter muito como se impor com o comando da CBF e novamente vamos ter aquela festa de amistosos caça níqueis e inúteis.
É uma aposta, mas com certeza Ricardo Texeira só está bancando porque sabe que a copa está longe e a combrança sobre o novo treinador será grande, assim ele coloca um peão em jogo para não arriscar seus bispos.
Se der certo, ótimo. Se não, coloca um medalhão e ainda fatura em cima. Este é o jogo.

Conflito no Oriente Médio

Dando uma olhada nos jornais de hoje e do fim de semana ficou nítido que a imprensa brasileira assumiu ou tentou passar uma imagem de neutralidade no conflito de Israel com o Hizbollah.
Muito curioso, de um lado você tem uma nação constituída e de outro um grupo terrorista com uma lista pesada de mortes de civis, e agora até a ONU resolve dizer que Israel está abusando da força.
O que querem? Negociação? Não existe negociação com terrorista e qualquer nação que se preze sabe disso. A impressão é que o Hizbollah é alguma resistência defendendo seu território, aliás alguns jornais brasileiros ainda tentaram passar a imagem que Israel estava em guerra contra o Líbano, felizmente só o apedeuta mor acreditou nesta. Veja o que ele disse sexta sobre o conflito:
“Temos que chamar a atenção tanto do Líbano quanto de Israel de que, no século 21, quando o mundo precisa de paz, progresso e desenvolvimento, foguete não resolve o problema de ninguém, a não ser a empresa que o produz.”
Só tem um detalhe: o Líbano não está em guerra com Israel!
Estão morrendo civis? Claro que estão. Terroristas são covardes por natureza, se escondem no meio de civis, principalmente crianças, justamente para gerar comoção na opinião pública.
Não tem conversa não. Tem que passar fogo. E é bom a população que não tem nada a ver com isso se esconder em casa e torcer para os israelenses fazerem uma faxina rápida!

domingo, julho 23, 2006

Classificação Brasileirão - 13a rodada




Colocação Time PG J V E D GP GC SG %
São Paulo 29 13 9 2 2 24 11 13 74%
Cruzeiro 25 13 7 4 2 22 9 13 64%

Internacional 25 13 7 4 2 18 13 5 64%
Paraná 24 13 7 3 3 25 13 12 62%

Fluminense 24 13 7 3 3 24 18 6 62%
Figueirense 21 13 6 3 4 20 15 5 54%

Santos 21 13 6 3 4 17 12 5 54%
Vasco 19 13 5 4 4 18 22 -4 49%
Goiás 18 13 5 3 5 14 15 -1 46%
10º Juventude 17 13 5 2 6 17 17 0 44%
11º São Caetano 16 13 4 4 5 15 17 -2 41%

Grêmio 16 13 4 4 5 19 22 -3 41%
13º Botafogo 15 13 3 6 4 15 15 0 38%
14º Atlético-PR 14 13 4 2 7 17 17 0 36%

Flamengo 14 13 4 2 7 12 17 -5 36%

Ponte Preta 14 13 4 2 7 19 30 -11 36%
17º Palmeiras 13 13 4 1 8 17 27 -10 33%
18º Santa Cruz 12 13 3 3 7 15 22 -7 31%

Fortaleza 12 13 2 6 5 10 19 -9 31%
20º Corinthians 10 13 3 1 9 14 22 -8 26%

Santa Cruz 3 x 0 Flamengo


Ladeira abaixo

Com o time reserva o Flamengo caiu fácil diante do Santa Cruz que vinha embalado e voltou à situção de sempre, na beira do grupo do desespero. Ainda bem que a copa do Brasil, para o bem ou para o mal termina esta semana e o time pode voltar a jogar a competição com um pouco mais de seriedade, antes que seja tarde demais. O risco é grande pois duas equipes que estavam muito mal venceram os três jogos da volta e já embolaram. Acorda mengão!

Whitesnake - Discografia Comentada



1978 Snakebite – Na verdade metade do disco era de gravações dos discos solos de David Coverdale. O lado B trazia as primeiras canções da banda, destacando-se Come On, que abria os shows nos primeiros anos e a maravilhosa Ain’t No Love in the Heart of City. A formação inicial contava com Mick Moody e Bernie Marsden nas guitarras, Neil Murray no baixo e Duck Dowle na bateria. Nota 7


1978 Trouble – Este na verdade é o primeiro álbum da banda, e um dos melhores. John Lord assumia os teclados e o trabalho começa a ganhar mais consistência. Marsden e Moody estão afiadíssimos e Neil Murray no baixo mostrava seu talento. Não tenho como negar, sou fã desta primeira fase da banda e o som que faziam estava ligado com Murray. É difícil eu realmente gostar de um disco do Whitesnake com outro baixista. Tem Take Me With You, um rock de primeira com variações e riffs bem inspirados, Lie Down, a melhor do disco, Love To Keep You Warm, Trouble __ o que seria da banda sem blues ! __ e um incrível cover de Day Tripper. Nota 9.


1979 Love Hunter – Mantendo a formação e a linha este álbum é só um pouquinho infeiror ao anterior. Abre com um bom cartão de apresentações: Long Way from Home e segue com um dos pesos pesados: Walking in the Shadow of the Blues. E termina com a magistral, mas curta, We Wish You Well. Nota 8.



1980 Ready an’ WillingIan Paice entrava na banda no lugar de Duck Dowle praticamente ao mesmo tempo em que a banda iniciava a gravação de seu quarto álbum. Um disco indispensável pois contém Fool for Your Loving, Coverdale acertou em cheio na letra, grandes rocks como Sweet Talker, uma série de baladas com destaque para a regravação de Blind Man e a genial Ain’t Gonna Cry No More. No fim do álbum já aparece duas canções dispensáveis, mostrando que a banda estava começando a soar repetitiva. Nota 8,5.


1981 Come and Get it – Meu favorito. Desde a abertura com a música título do álbum até os últimos acordes de Till the Day I Die o disco inteiro é perfeito. Tem rock com energia como Hot Stuff, tem blues triste como a maravilhosa Lonely Day’s, Lonely Nights, e grandes músicas como Don’t Break my Heart Again e Child of Babylon’. Nota 9,5.


1982 Saints and Sinners – A primeira investida de Coverdale sobre o público americano. Seu estilo vocal começa a mudar, assumindo um tom mais agudo como era comum nas bandas da época nos States. É um bom álbum apesar de nunca ter me cativado muito. Mel Galley , ex-Trapeze, entrava no lugar de Marsden em algum lugar no meio das gavações e o disco acabou creditado com os três guitarristas. Vale sobretudo por Crying In The Rain e a melhor balada da banda: Here I go again. Nota 8.


1984 Slide It In – Começa de verdade o troca a troca na banda. Entram Colin Dodkinson no baixo e Cozy Powell na bateria. Definitivamente Coverdale está de olho no mercado americano e o disco apresenta esta tendência. Mas o resultado final é excelente. O último grande disco da banda. Tudo funciona bem, com clássicos como Love ain’t no Stranger e Guilty of Love. O baixo de Murray já faz um pouco de falta e Lord está bem contido mas nada que prejudique este álbum. Nota 9


1987 Whitesnake – Curiosamente este foi o grande sucesso do Whitesnake e o disco que menos gosto. A banda entrou na moda das roupas e cabelos coloridos e vocais agudos. Era a MTV chegando! Raramente escuto. John Sykes entrava em substituição a Moody e Galley. Neil Murray voltava ao baixo e Aynesley Dunbar a bateria. Tinha uma série de hits como Is This Love e Still of The Night e regravaram Here I go Again e Crying in the Rain que Sykes fazia seu show ao vivo. Gosto de Give Me All Your Love mas para mim este disco parece Led Zeppelin mal copiado. Nota 5.


1989 Slip of The Tongue – Agora definitivamente já não era mais banda. Coverdale trocou tudo, assumindo Steve Vai a guitarra, Rudy Sarzo o baixo e Tommy Aldrige a bateria. Um pouco melhor que o anterior mas ainda no mesmo estilo. Pelo menos tem Sailing Ships. E uma equivocada regravação de Fool For Your Loving. Nota 6.


1997 – Restless HeartAdrian Vandemberg na guitarra, Guy Pratt no baixo e Denny Carmassi gravaram com Coverdale este álbum que trazia algumas boas canções como Don’t Fade Away, a música título e To Many Tears. Pena que o o disco inteiro não seja assim, mas ficou bem melhor que os anteriores. Nota 7.


quinta-feira, julho 20, 2006

Tocando agora

Spectres
Blue Oyster Cult

Live At Leeds


Ontém correndo escutei a primeira parte do Live At Leeds do The Who. É realmente um discaço ao vivo, um dos melhores. A banda está simplesmente fantástica. Keith Moon dá um show junto com John Entwistle, a melhor cozinha do rock´n´roll! Pete Townshend mostra o grande compositor que é e leva sua guitarra com muita garra e emoção. Na frente Roger Daltrey comanda o espetáculo. Definitivamente o Who mostrando o que é um concerto de rock!
Agora falta escutar a segunda parte, que é a banda em sua performance do Tommy.

Flamengo 2 x 0 Vasco


Agora sim!

O Flamengo deu um senhor primeiro passo para conquistar sua segunda Copa do Brasil. Numa partida muito amarrada, típica de primeiro jogo de final onde as equipes não querem sofrer gols, levou a melhor e venceu o Vasco com gols de Obina e Luizão.
O Vasco, como esperado, se fechou na defesa para jogar com sua melhor arma: o contra-ataque. Como o Flamengo só foi na boa, sua estratégia foi frustrada. A falta de rítmo de jogo influiu bastante, pois esta tática depende muito do acerto de passes e da rapidez.
Nada está decidido mas a vantagem é considerável. Principalmente pelo fato de um gol do Flamengo na próxima partida praticamente liquidar o campeonato. Por isso é fundamental que o time não jogue na defesa esperando o Vasco, pois não sabe fazer isso bem e não vai aprender em uma semana.
Ney Franco tem que colocar a cabeça dos jogadores no lugar, pois no Flamengo existe sempre tendência para o oba a oba, que numa final pode ser fatal. Nada está ganho e o Renato vai querer aprontar alguma ainda.
Quem leu meus comentários na copa deve estar estranhando a falta da análise da partida. O motivo é simples: Flamengo é paixão e não consigo ser objetivo e imparcial ao analisar suas partidas. Aqui sou torcedor mesmo!





Vanucci bêbado

Para quem perdeu o espetáculo que o apresentador Fernando Vanucci deu na Rede Tv após a final da copa vai o link:

http://www.youtube.com/watch?v=rmqcCO-nu4A

quarta-feira, julho 19, 2006

Mistério na Baia


Hoje encontrei um bilhete misterioso na minha mesa. Por mais que tente não consigo imaginar quem tenha deixado. André se recusa a revelar, mesmo com ameaça de tortura. Realmente, um mistério sem solução...

terça-feira, julho 18, 2006

Flamengo 0 x 1 Vasco


Ainda bem que me poupei de assistir a mais esta demonstração ridícula do Flamengo. Os dois times estão voltados para a final da Copa do Brasil que inicia na quarta mas não o Flamengo não podia ter perdido. Estes dois jogos deixaram evidente que :
1 - O time está de corpo mole, seja por causa dos salários ou para derrubar o treinador. Quem sabe ambas, e tudo pode explodir nesta final
2 - Para quem estava otimista demais está claro que o único título que o Flamengo disputa este ano é este da Copa do Brasil. O resto do ano vai ser disputa no pelotão debaixo. Lamentável. Já são 14 anos sem nem chegar perto de um título brasileiro. Lamentável.

Alto Rio doce

No sábado fui visitar meu primo (Luizinho) que se esconde em uma cidade mineira chamada Alto Rio Doce. Por coincidência estava acontecendo a exposição agropecuária e acabei assistindo o show de Anderson e Adriano. Ninguém merece!
Foi bom também que minha prima Ivana apareceu por lá e quem se divertiu mesmo foi a Lorena pois na casa do meu primo tem uma casinha para suas filhas brincarem. Foi aquela festa!

Meninas na casinha


Primos reunidos


A amazona da família, não puxou o pai!

Viagem para BH

Tudo pronto para curtir uma viagem. I-pod carregado, quadrinhos legais, um bom livro, um lanchinho para passar o tempo.
Só não esperava ter dor de estômago o dia inteiro!
De vez em quando tenho essa dor, parece que é acúmulo de gases. Não ajuda nada ter comido no aniversário salgados e bebido refrigerante.
Resultado: acabei parando no hospital e sabotando o rodízio japonês que LN tinha planejado.
No fim da noite já estava legal. Paciência.
Obs: executivo da Cometa não tem água nem café! Lastimável!

Aniversário Mariana e Natália

Sexta comemoramos o aniversário da Mariana e Natália. A Mariana temos o prazer de conviver nas aulas e é uma destas pessoas que temos toda admiração do mundo! Esta mineirinha realmente corre atrás e tem tudo para ter muito sucesso. A Natália já está em tese e os contatos são menos frequentes. Fica aqui o desejo de muitas felicidades para estas duas!



Mariana e Natália



Turma reunida

Blog ás moscas


Foi um final de semana daqueles. Não deu nem para respirar. Aos poucos vamos atualizando!

sexta-feira, julho 14, 2006

Eleições 2006

Pesquisa Vox Populi;

Lula 42%
Alckmin 32%
Heloísa Helena 7%
Cristovão Buarque 1%

Heloísa Helena tirou pontos preciosos de Lula e o 2º turno ficou mais próximo, dentro da margem de erro. Confirmou-se o quadro de queda de Lula e sua aproximação para sua votação histórica. E nem começou a campanha para valer. Resta saber como fica o quadro depois de nova ação do PCC.
Pergunte meses atrás e pergunto novamente: quem ganha com ataque a polícia?
Bandido nenhum no mundo ataca policiais, é prejudicial "aos negócios". Ainda mais traficantes. Este pessoal quer sempre o mínimo de holofotes possível. Será que nossos criminosos são idiotas para abrir uma guerra contra o estado?
Não creio.
Tem coisa aí. Veremos.

Flamengo 1 x 4 Paraná


Pontos Irrecuperáveis

Depois de um primeiro tempo razoável em que saiu com 1 x 1 (gol de Luizão) o time voltou horroroso do intervalo. Foi preocupante. A falta de disposição foi flagrante e preocupa e muito. Antes da paralização o Flamengo tinha enfrentado os 5 líderes do campeonato e tinha feito jogo duro em todos. No máximo tinha sofrido dois gols no campeonato. E já começa tomando de 4 e em casa. Foi desagradável, muito desagradável.

quarta-feira, julho 12, 2006

Bolo


Depois de uma semana esperando para tirar a barriga da miséria na casa da minha querida prima Rafaela ela me deu maior bolo. Veio com uma estória de rotavirus. Podia arrumar um desculpa mais original não é? Algo como:
1- fui atropelada por uma manada de elefantes!
2- hoje vai passar o programa eleitoral do PMDB e não posso me distrair.
3- estou em greve de fome por causa da injustiça que estão fazendo com o Parreira.
4- recebi um convite de última hora para ir a ópera.
5- estou lendo o último livro do Sarney e está emocionante!

2º TAF

Chegou o dia do 2º Teste da Aptidão Física de 2006. São três no ano e a maior dificuldade geralmente é a corrida. Na minha faixa etária tenho que correr 3000 m em 12 minutos. Nos últimos anos tenho conseguido taxas variadas de sofrimento. O primeiro do ano foi bom, não sofri muito. Este não sei. O que não muda é o frio na barriga que passamos todas as vezes! Que jeito de viver hein?

Baia


No meu curso de mestrado as alunos são divididos em salas de estudo (nem sempre) chamadas carinhosamente de baias! A minha baia é considerada meio que amaldiçoada, ou o amaldiçoado sou eu, quem sabe?
No início do curso dividia a baia com o Walmor e a Ana, que acabaram saindo do curso. Depois o Cenildo foi deslocado para ela, e também saiu (nem chegou a pegar a chave). Já este aí na foto é o André, e por enquanto tem resistido!

Eleições 2006

Bem, com a publicação da última pesquisa SENSUS (a primeira com a listagem oficial de candidatos) foi confirmado o quadro das pesquisas anteriores. A vantagem de Lula caiu sensivelmente mas ainda venceria no primeiro turno. Está passando o efeito dos "pacotes de bondades" que o presidente empurrou para o final do mandato para garantir a re-eleição.
Os "especialistas" explicam que Alckmin subiu devido a exposição do programa de TV do PSDB. Desconfio. Um programa isolado, na minha modesta opinião, não justificaria tal crescimento. Acho que aí tem coisa. Ando meio descrente destes institutos, já que estão com ligações muito fortes com o governo (seja através do PT ou mesmo entes governamentais, como a Rede Globo).
Não me surpreenderia se estivessem segurado o quadro o máximo que podem. Agora com a campanha oficial, com o TSE mais em cima, podem estar começando aos poucos a soltar a realidade. Acredito que a vantagem é ainda menor pelo que tenho visto e escutado.
Enfim, é só uma teoria. E de certa forma uma esperança.

terça-feira, julho 11, 2006

Finalmente

Consegui enfim terminar o trabalho de otimização II. Um pouco de ar finalmente. Que coisa, nesta idade...

Correria!

Hoje não deu para respirar ainda! Cheguei de Belo Horizonte 5:30 da manhã. O problema é que tinha dois artigos para resumir para a aula de Mecânica dos Pavimentos de agora à tarde (consegui um). E ainda tenho que fazer o trabalho de Métodos de Otimização II para amanhã. Tá difícil sentar para escrever. O Blog está às moscas!

domingo, julho 09, 2006

Itália 1 x 1 França (5 x 3)


Estou triste.

Se a partida terminasse ao fim do primeiro tempo e fosse direto para os penaltis diria que o título italiano teria sido justo.
Mas não foi assim que a coisa aconteceu e esta copa não poderia ter um final pior.
Primeiro porque na volta do intervalo era nítido que apenas uma equipe estava com vontade de ganhar o jogo: a francesa. A Itália se encolheu em sua defesa só que ao contrário de outros jogos recusou-se a sair em contra-ataque para não correr riscos. Até então eu achava que era uma estratégia, forçar a prorrogação e se aproveitar da média de idade alta dos adversários.
Veio a prorrogação e vi que me enganara. A Itália não mostrou um décimo da vontade que demonstrou contra a Alemanha. Continuou praticando um futebol defensivo que só faltava uma torcida americana gritando "defense, defense"!
Tem gosto para tudo. Eu acho este tipo de futebol simplesmente horroroso e torcerei SEMPRE contra um time que joga dessa maneira. Este entanto foi o primeiro motivo da minha tristeza. O título ficou com a equipe que se recusou a jogar bola. Mesmo quando teve um jogador a mais! Já a equipe que procurou a vitória o tempo todo saiu derrotada.
Parreira e a imensa maioria dos treinadores mundiais, covardes em suas mediocridades, devem estar festejando. Provaram no fim que é o futebol de resultados que ganha uma copa. Que jogar feio é caminho para a derrota.
Escrevi que em 1982 o título da Itália inaugurou a era das trevas do futebol. Parece que agora voltaremos à idade média da bola. Só que esta seleção jogou muito pior que a anterior e prevalesceu esta praga que está acabando com o futebol mundial: o futebol de resultados.
Para coroar esta desgraça Zidane foi expulso (corretamente) depois de perder a cabeça. Era o dono do jogo e da copa até ali. Seria eleito com sobras melhor jogador do torneio. Não sei o que disse o italiano, mas desconfio que foi algo de muito pessoal, e aí vi algo muito estranho. O juiz não viu, o auxiliar não viu (vejam que não levanta a bandeira) mas foi expulso. Quem expulsou Zidane? O quarto árbitro? Quem mais tinha comunicação com o árbitro?
Mais um argumento sob medida para os Parreiras do futebol. Craque não ganha jogo. O que ganha jogo é o tal jogo de equipe, é a tática, é o espírito coletivo. È uma pobreza só. Na grande era dos craques o treinador era um detalhe. Muito mais inteligentes eles foram aos poucos tomando conta do espetáculo e aproveitaram com muito exito a área técnica.
Pois o sr Marcelo Lippi deu um grande exemplo contra o futebol hoje. Poderia ter jogado bola, poderia ter ganho o jogo (tinha time para isso) mas preferiu o caminho mais pobre.
Uma lástima total. A copa em que praticamente todas as seleções jogaram medonhamente com medo de perder foi coroada por uma equipe que jogou na grande final tudo que eu não quero ver no futebol. Uma copa para se esquecer junto com a de 1990.
Agora vem a mediocridade da imprensa esportiva. Tudo de bom para os vencedores e tudo de ruim para os perdedores. E da-lhe reportagem sobre a "raça" da Itália e de seu "espírito" de equipe.
Coitado dos craques. Sua era acabou!

Maldade

A emenda que circula no congresso estipulando aposentadoria compusória para juízes aos 75 anos já recebeu um apelido dos congressistas: emenda Cafú.

Em Belo Horizonte


Depois da correria de sempre saímos de Resende às 15:00. Fiz o percurso pelo circuito das águas, só que subindo por Cruzeiro para evitar a serra de Itatiaia (a mulher enjoa). Apesar de ser mais longo é uma caminho bem mais agradável do que ir por Volta Redonda. A estrada é bem mais vazia, a paisagem é melhor e chegar em BH à noite é sempre melhor pela Fernão Dias doque pela 040. A Lorena dormiu o tempo todo, o que é muito bom. Chegamos 22:30.
Hoje para variar a patroa já foi para a feira de arte e artesanato, mais conhecida por feira Hippie, e comprou presentinhos para sua boneca predileta: a Lorena.

sexta-feira, julho 07, 2006

Sem comentários

Correria!

Amanhã estamos indo para BH e para variar estou correndo contra o tempo! Tenho que fazer o trabalho de otimização II (aproveitar o Mathcad que não tem em BH) e gravar cds para viagem. O bom é que meu ipod conecta no som do carro e é só completar mais algumas músicas, tirar as mais pesadas (a família agradece) e curtir a viagem.
De qualquer forma é sempre bom levar uns dois cds de mp3 como garantia.
Nada como uma coletânea de cerca de 500 músicas para ir escutando no caminho, ainda mais que costumo ser o único acordado...

quinta-feira, julho 06, 2006

Tocando na iTunes

Estou escutando na íntrega o disco Sticky Fingers do Rolling Stones, para mim o melhor disco da banda.

Pérolas das aulas de hoje

Aula de Otimização II

Cristina no quadro dando sua aula. Na última fileira, sentados juntos Bruno e Sabrina procuram uma "vazio" para enxergar o quadro, já que estavam sem vizão devido a algumas cabeças na frente. O problema é que escolheram o mesmo vazio e tum. Cabeçada. A professora, única a ver a cena, não resistiu:
__ Dois patetas...
Percebendo que poderia ser mal interpretada logo emendou:
__ Pateta mas no bom sentido!

Diniz filosofando:
__ Encontro os colegas da minha turma de IME ques estão fazendo o curso da ECEME e estão sempre sorridentes e tranquilos. Já o pessoal combatente está sempre estressado, correndo, como olho fundo. Também, meus colegas já fizeram mestrado, doutorado, e agora estão fazendo este curso Walita...
__ Curso Walita __ perguntei sem entender.
__ É esses cursinhos de supermercado...

Aula de Materiais de Pavimentação

Professora Laura explicando a mistura de solo com cal. Clauber resolve pegá-la pelo pé e pergunta:
__ Professora, só se mistura cal em pó?
__ Sempre.
__ Por que? Por que não usar a cal líquida?
__ Nunca pensei nisso. Realmente não sei. Pesquise e traga a resposta para a gente na semana que vem...

quarta-feira, julho 05, 2006

Sobre Felipão

Muitos brasileiros torceram por Portugal por causa do Felipão, e atualmente seria o treinador preferido para dirigir a seleção brasileira.
Não estou neste grupo.
Não gosto da pessoa dele, do estilo dele e de suas equipes. Não estou falando de competência, reconheço-a. Mas existe competência para o bem e para o mal, e para mim ele está no segundo grupo.
Não posso gostar de um treinador que já ouvi, não me disseram, realmente ouvi, mandando um jogador do seu time explicitamente quebrar um adversário. Não foi marcar, não foi pegar, não foi chegar junto, foi quebrar mesmo. Com estas palavras.
Hoje no jogo ele provou mais uma vez que não merece minha simpatia. Pressionou o juiz em todas as marcações, provocou o banco francês o tempo todo e no final fez um papelão ofendendo o juiz (que apitou muito bem) e se não for um banana deve colocar na súmula e provocar uma suspensão no técncio português. Os jogadores portugueses tentaram o segundo tempo cavar um penalti e não duvido que foi sua instrução no intervalo, contando que o árbitro fosse compensar o penalti bem marcado que deu para a França.
Não merece nem foto no meu blog!
Já vai tarde Felipão!

França 1 x 0 Portugal




O início do jogo foi muito bom, com as duas equipes procurando sair na frente. Depois virou aquele típico jogo "tático" tão comum nas últimas copas. Mas Ricardo Carvalho (que vinha fazendo uma copa muito boa) bobeou, deixou Henry virar e fez o penalti. Zidane bateu com categoria e fez o único gol do jogo.
No segundo tempo a França se preparou para aguentar a pressão portuguesa e liquidar o jogo em contra-ataque. A pressão não veio e os franceses jogaram o tempo todo compactos para não se desgastarem demais e cozinharam o jogo até o final.
Pareceu-me que Portugal já estava feliz em chegar a semi-final e focou mais preocupado em não levar o gol e acabou não colocando correria no jogo. Também não ajudou a excelente copa que a defesa da França está fazendo __ excessão de Bartez que quase complicou __ e no geral o jogo foi um pouco decepcionante.
Zidane não brilhou hoje, talvez porque não precisasse. Mas ele sempre foi assim, deixa para gastar seu repertório quando precisam dele.
Agora é França e Itália.
Pelo que apresentaram a Itália é favorita, mas vem de uma prorrogação e um jogo dramático. Com excessão da própria França em 1998 os times que jogam prorrogação são eliminados no jogo seguinte quando enfrentam uma equipe que vem de tempo normal. A conferir!

Disco da semana - Brain Salad Surgery




A Banda:

O Emerson Lake & Palmer foi a primeira superbanda de rock progressivo. No fim de 1969 o tecladista Keith Emerson juntou-se ao baixista e vocalista Greg Lake para formar uma nova banda. No ano seguinte recrutariam o talentoso baterista Carl Palmer e estava formado o ELP. Guitarrista? Não, não tinha guitarrista. Ocasionalmente Lake tocava partes de guitarra em alguma música ou guitarra acústica em suas baladas, mas o som do ELP era teclado, baixo e bateria!
Lançaram seu primeiro disco em 1970 e participaram do Isle of Wight Festival deixando a platéia boquiaberta com sua energia e virtuosismo nos instrumento.


O Disco

Lançado em 1973, Brain Salad Surgery é considerado seu disco mais bem acabado e maior sucesso. A banda estava perfeita em maturidade e talento. Jerusalem, a faixa que abre o disco, é uma adaptação da música de William Blake. Segue outra adaptação, elogiada pelo próprio compositor Alberto Ginastera, Toccata. Keith Emerson estava inspiradíssimo. Greg Lake mostra novamente seu feeling com baladas em Still... You Turn me on. Uma dispensável Beeny the Bouncer (música de salão) prepara para uma obra prima: Karn Evil 9.


A Música

Se houvesse um pantheon para as grandes peças produzidas pelo rock progressivo estariam lá: Shine on You Crazy Diamond do Pink Floyd, A Thick as a Brick do Jethru Tull, 2112 do Rush e Karn Evil 9 do ELP. Com a colaboração de Pete Sinfield na letra sci-fi, a banda dá um show completo ao longo de quase 30 minutos. Dividida em 3 partes tem de tudo: Emerson cantando, Emerson transformando-se no Hendrix dos teclados, Lake soberbo em seu baixo e Palmer mostrando porque é um dos grandes bateristas da história do rock. É contagiante do começo ao fim e todo show da banda teria a partir dali a frase síntese da música: "Welcome back, my friends, to the show that never ends!"


Um trecho

There must be someone who can set them free:
To take their sorrow from this odyssey
To help the helpless and the refugee
To protect whats left of humanity.


de karn Evil 9

Conclusão

É sem dúvida um dos discos que marcaram o rock progressivo e merece ser ouvido vezes e mais vezes. Nota 9,0.

Um Tiro no Escuro - diálogos

Para meus amigos que não entendem inglês apresento a tradução dos diálogos que tinha colocado alguns posts atrás do filme Um Tiro no Escuro


Dreyfus: Dê-me dez homens como Closeau e eu poderia destuir o mundo!


[Chegando no Campo Sunshine]
Clouseau:Eu estou aqui em missão oficial e eu estou procurando por alguém na área de recreação.
Camp Attendant: Não até que tire suas roupas...
Clouseau: Você, senhor, está preso.
Camp Attendant: Preso? Por que motivo?
Clouseau: Por fazer observações sugestivas e ofensivas pra um oficial do governo francês.
Camp Attendant: Observações sugestivas e ofensivas?
Clouseau: E também por exposição indecente... ninguém usa roupas por aqui?
Camp Attendant: Não.
Clouseau: O que?
Camp Attendant: Isto é uma colônia de nudismo.


Clouseau: Existe alguma coisa... pessoal... nisto?
Dreyfus: Sim, profundamente pessoal. Eu odeio você! Cada pedacinho de você! Agora saia!
Clouseau: Você quer que eu saia?


Dreyfus: E sobre a criada?
Clouseau:Que criada?
Dreyfus: Ele estava com ciúmes dela também? Ele a estrangulou.
Clouseau: É possível que sua vítima fosse um homem e que ele tenha cometido um erro.
Dreyfus: Erro?... em uma colônia de nudismo?


Dreyfus: Alguém foi assassinado aqui. Por favor, que seja Closeau.

terça-feira, julho 04, 2006

Itália 2 x 0 Alemanha


Que prorrogação! O tempo normal foi bastante disputado no estilo do "moderno" futebol. Praticamente um jogo de meio campo com poucas oportunidades de gol. Está cada vez mais raro ver um jogo no estilo "lá e cá" que tanto encantava os verdadeiros amantes do jogo. Agora é mais o tal "futebol de resultados" com times procurando não assumir riscos desnecessários. Algum dia a FIFA vai ter que perceber e tormar algumas medidas para colocar os times no ataque.
Felizmente a prorrogação acabou se tornando os melhores 30 minutos da copa. A Itália resolveu assumir os riscos pois além de ter um péssimo restropecto em penaltis (perdeu em 90, 94 e 98) ainda sabia que a Alemanha ganhara as 4 que disputara. Foi para cima. Empurrado por sua torcida os alemães também resolveram atacar e tivemos enfim uma partida de futebol.
Mais uma vez ganhou quem atacou mais e jogou melhor (ta vendo Parreira!) e no fim a Itália fez dois gols e foi para a final.
Para a Alemanha ficou o carinho da torcida em reconhecimento a um time que superou sua limitação técnica e deu um exemplo de vontade e amor a camisa (viu Roberto Carlos!).
Um jogo digno de Alemanha x Itália e se o Brasil é freguês da França a Alemanha agora é freguês dos italianos!

Perguntas pertinentes

Do blog do Juca Kfouri:

Quatro perguntas, quatro respostas

1. Será que Cafu, Roberto Carlos e Ronaldo sabem que também são recordistas em derrotas para a França com a camisa brasileira em Copas do Mundo?

R: Agora, sabem!

2. Quem comprará o livro "Como formar equipes vencedoras" de Carlos Alberto Parreira?

R: Ninguém!

3. Você sabia que a Seleção Brasileira entrou em campo passando mal?

R: Mas não só. Entrou, também, chutando mal, marcando mal...

4.Ricardo Teixeira sabe que o Brasil é hex-campeão?

R. Sabe, tanto que não voltou com a Seleção.

Livro de Visitas

Ei você que está dando uma olhadinha sem compromisso neste blog! Deixe seu nome e uma mensagem para saber quem anda passando por aqui. Não seja tímido!

segunda-feira, julho 03, 2006

Feira do Livro

Está tendo feira do livro em Copacabana. Boa oportunidade para comprar livros usados. Para aumentar minha coleção Agatha Christie comprei:
1- O assassinado de Roger Ackroyd
2- Assassinato no campo de golfe
3- O Caso dos dez negrinhos
4- Treza à mesa.

São todos do Hercule Poirot. Sim, eu já li todos eles (alguns mais de 5 vezes) e vou ler novamente. Os três primeiros estão na minha lista dos 5 mais!

Um Tiro no Escuro - Quotes

Dreyfus: Give me ten men like Clouseau and I could destroy the world


[Arriving at Camp Sunshine]
Clouseau: I am here on official business and I am looking for someone in the recreation area.
Camp Attendant: Not unless you take off your clothes...
Clouseau: You, sir, are under arrest.
Camp Attendant: Arrest? What for?
Clouseau: For making lewd and suggestive remarks to an official of the French government.
Camp Attendant: Lewd and suggestive remarks?
Clouseau: Also for indecent exposure... doesn't anyone wear any clothes around here?
Camp Attendant: No.
Clouseau: What!
Camp Attendant: This is a nudist colony.


Clouseau: There is something... personal... in this?
Dreyfus: Yes, deeply personal. I hate you! Every little bit of you! Now get out!
Clouseau: You want me to leave?


Dreyfus: What about the maid?
Clouseau: The maid?
Dreyfus: Was he jealous of her too? He strangled her.
Clouseau: It is possible that his intended victim was a man and that he made a mistake.
Dreyfus: Mistake?... in a nudist camp?


Dreyfus: Someone has been murdered here. Please let it be Clouseau.

Um Tiro no Escuro


A Shot in The Dark, 1964.
Domingo assisti novamente o segundo filme da série do Inspetor Closeau. Peter Sellers e seu impagável detetive foi um dos meus "heróis" da adolescência. Este é um dos melhores, até porque é totalmente centrado no persongagem principal. É neste filme que surge também outro grande personagem: o comissário Dreyfuss, vivido magistralmente por Hebert Lom.É sempre uma diversão para mim assistir Peter Sellers em gags memoráveis sem fazer uma careta sequer! Aliás, o tom de seu inspetor Closeau é de total seriedade no meio do caos que provoca toda vez que entra em cena. Muitos comediantes deveriam de vez em quando assisitir um filme destes para entender que não precisam exagerar nas caras e bocas para ser engraçado!
Destaque absoluto para a "investigação" de Closeau em um campo de nudismo e para o pobre Dreyfuss enlouquecendo com seu detetive. Nota 8,5.

seta3.gif (99 bytes) " Curiosidades - Inicialmente Um Tiro no Escuro teria os atores Walter Matthau e Peter Sellers como a dupla principal de detetives, sendo que o roteiro seguiria fielmente a peça teatral escrita por Harry Kurnitz. Entretanto, devido a um desentendimento com os produtores, Peter Sellers decidiu por deixar o projeto. A United Artists contratou então o diretor Blake Edwards para convencer Sellers a retornar ao projeto, mas ao ler o roteiro Edwards achou que ele se adequaria melhor caso houvesse apenas um detetive como protagonista, sendo este o inspetor Jacques Clouseau. Desta forma, Edwards reescreveu o roteiro com o auxílio de William Peter Blatty e convenceu Sellers a atuar no filme.

- Um Tiro no Escuro foi lançado comercialmente apenas três meses após a estréia de A Pantera Cor-de-Rosa.

- A personagem Maria Gambrelli aparece pela primeira vez em Um Tiro no Escuro, mas reaparece em O Filho da Pantera Cor-de-Rosa, onde é interpretada por Claudia Cardinale.

- Um Tiro no Escuro é o 2º filme protagonizado pelo personagem Jacques Clouseau. Os demais foram A Pantera Cor-de-Rosa (1963), A Volta da Pantera Cor-de-Rosa (1974), A Nova Transa da Pantera Cor-de-Rosa (1976), A Vingança da Pantera Cor-de-Rosa (1978) e Na Trilha da Pantera Cor-de-Rosa (1982).

- Assim como em todos os demais filmes da série da Pantera Cor-de-Rosa, Um Tiro no Escuro é dirigido por Blake Edwards. "

Fonte: http://adorocinema.cidadeinternet.com.br/



domingo, julho 02, 2006

França 1 x 0 Brasil


Poucas vezes vi tanta justiça ser feita em uma copa do mundo. Um título brasileiro seria um desserviço ao futebol. Não pode uma seleção jogar com tanto desinteresse e tanta covardia um mundial e ainda acabar campeã.

Em 1982 quando o Brasil perdeu para Itália o futebol mundial pagou uma década ao chegarem a brilhante conclusão que o Brasil tinha perdido porque jogou bonito, e que para ser campeão tinha que jogar no estilo italiano de forte defesa e saída de contra-ataque. Um negócio que até funciona bem contra uma equipe como a brasileira que atacava sem parar, mas quando duas equipes se enfrentavam copiando o jogo italiano de jogar via-se uma chatice sem fim que culminou com a horrorosa copa de 1990.

A década de 90 viu-se uma retomada de um jogo mais ofensivo, como mostrou as copas subseqüentes. Não compartilho da opinião que a seleção de 94 jogou mal. Não foi bem assim, ficou longe de ter brilhante, mas jogou bem e em todos os jogos da copa foram criadas inúmeras situações de gol, mesmo com um meio campo para lá de limitado, com méritos para Parreira.

Só que este mesmo Parreira parece que nunca engoliu o carinho que o torcedor e a imprensa mundial dedica ao time de Telê Santana, sempre apontado como um dos melhores a se apresentar em um mundial e ver seu time nunca ser citado nestas listas. Pagou caro por sua vaidade. Resolveu mostrar para o mundo que para ser campeão deve-se jogar feio.

E se esforçou para isso! Porque fazer um time com os jogadores que foram para a copa jogar feio como jogaram tem que fazer muito esforço!

Agora faço uma distinção. Não se joga bonito ou feio. Joga-se bem ou mal. Existem lances bonitos e existem lances feio, mas no conjunto o jogo de futebol é classificado como bem ou mal.

Em 1982 o Brasil jogou bem contra a Itália, só que os italianos jogaram melhor e qualquer resultado poderia ter acontecido. Num jogo destes a partida é decidida nos detalhes e foi o que aconteceu com a falha de Cerezo e o posicionamento do Júnior no último gol dando condições legais para Paolo Rossi.

Em 1986 a seleção foi ganhando moral e conquistando o torcedor ao longo da copa. No jogo contra a França a sorte nos abandonou completamente. O Brasil dominou 120 minutos, perdeu gols inacreditáveis e foi incompetente nas penalidades. Foi injusto mas acabamos fora da copa.

Em 1990 outra injustiça. O Brasil massacrou a Argentina em sua única boa partida do campeonato. Na única vez que esteve na cara de Tafarel os argentinos não perdoaram a falta de pontaria dos atacantes brasileiros.

Em 1998 foi a teoria das conspirações. O jogo foi comprado, a convulsão do Ronaldo, a preocupação dos outros jogadores, etc. Sei não, depois do que vi ontem começo a achar que a França realmente jogou para ganhar aquela final, jogou com coração.

Enfim chegamos a Frankfurt. Que lástima! Que foi aquilo? Se tem um símbolo para a falta de compreensão do que é uma copa do mundo é o Roberto Carlos ajeitando a meia na cobrança do Zidane. Parece que já se apressou em dizer que o Dida deveria ter saído do gol. Como é de sua feita não assume culpa de nada. Um atestado para a teimosia de Parreira e também de sua covardia, que não quis enfrentar seus medalhões e aceitou o circo em que foi transformado a seleção brasileira.

Já Zidane me deixou sorrindo até agora. Quando vejo a atuação dele ontem me lembro de Zico, Maradona, Rivelino, Gérson e Didi. O último dos maestros. Jogou o tempo todo de cabeça erguida, distribuiu passes e lançamentos com a maior naturalidade do mundo e principalmente, comandou seus companheiros. De todos os que estavam em campo talvez seja o único que pudesse dizer: não tenho nada para provar para ninguém. Pois se recusou a usar esta frase (dita por Ronaldo, Roberto Carlos, Parreira e Cafu) e provou sim, provou que mesmo no fim de carreira, mesmo com TODOS os títulos conquistados um jogador pode se doar e mostrar como se joga futebol. Zidane talvez seja o último dos românticos e com certeza o futebol acabará esta copa mais pobre com sua aposentadoria.