quarta-feira, outubro 11, 2006

A Caminho da Derrota Certa

Pronto. As pesquisas qualitativas indicam que bater no Lula soa arrogante e a cúpula da campanha de Alckmin decidiu voltar à agenda propositiva. Não existe a menor chance de ganhar assim, pode preparar o discurso de derrota. A derrota do Estado brasileiro.
Sim, pois o Estado e as instituições serão os principais derrotados em caso de vitória de Lula. Será que ninguém está enxergando isto?
Os ministros e os presidentes de estatais entraram firmes na campanha de Lula, algo que nunca aconteceu antes em todas as eleições que acompanhei. Tem ministro até se licenciando do cargo para ajudar. O presidente do BNDES anda fazendo palestra espalhando que Alckmin vai privatizar tudo. É a maior confusão do público com o privado que já se viu nesta república.
Assegurando sua vitória Lula partirá com tudo para subjugar o que falta nas instituições: a procuradoria geral da república e parte da Polícia Federal, que ainda tenta se manter independente. A mídia sem saber está cometendo seu suicídio. Duvido que em 2010 possa publicar o que tem publicado (ainda que de forma incipiente) neste ano. Exagero? Aguardem e vejam por si próprio.
Talvez seja a última vez que tenhamos a chance de tirar este pessoal do poder. Quem tem olhos abertos para o Foro de São Paulo sabe do que estou falando.
Lula será o candidato em 2010. E sem chance de perder.
Não pode?
Quem disse que a lei de hoje não pode ser modificada para as próximas eleições?
O TSE terminará o ano desmoralizado. Em caso de vitória de Lula, terá nas mãos prova suficiente para caçar sua candidatura. Não o fará por falta de respaldo popular. Será um momento emblemático: a lei não poderá ser cumprida. É uma situação de golpe. Golpe sem um tiro e sem resistência.
Golpe dado por 60 milhões de eleitores que não tem a menor idéia do que estão fazendo. E que acordarão tarde demais para o pesadelo que estarão comprando.

Um comentário:

Alexandra disse...

bom - já sabe, se a coisa ficar muito preta por aí, vcs sempre podem vir para o Canada...

bjos