sábado, novembro 25, 2006

Histórias de Lorena

Acabávamos de almoçar quando a minha esposa falou que ía deitar um pouco. A Lorena na mesma hora acrescentou que ía deitar também. Sem lugar anunciei que ía deitar então na cama da Lorena. Corri para o quarto dela e executei o que tinha falado.
Foi quanto a pequena entrou correndo no quarto bradando:
__ Pai, sai daí! Disdeita da minha cama!

Nenhum comentário: