quinta-feira, novembro 30, 2006

O que é um programa social

Folha online:
“Em 1998, quase 100% do mercado de telefonia móvel [5 milhões de telefones] era concentrado nas classes A e B. Em 2006, 60% deste mercado está nas mãos das classes C, D e E. Mais ainda: “Cerca de 64% dos usuários de celular apresentam uma renda inferior a R$ 480, ante os 10% com renda superior a R$ 1200”

Eis um efeito claro da privatização do sistema telebrás. E o PSDB não conseguiu defender uma coisa desta nas eleições! É muita incopetência! De 1998 para cá, a iniciativa privada investiu R$ 135 bilhões no setor. O governo trabalha com R$ 9 bilhões ao ano de investimento em todos os setores! E ainda defendem este modelo estatista. O que falta entender é que o maior distribuidor de renda que existe é o capitalismo.
No regime socialista o bem da elite burocrática é exclusivo dela por eras. No capitalismo a televisão de plasma que hoje está restrita a classe A um dia, e não muito longe, vai chegar na classe D. Eu mesmo estou na fila, como representante da classe C (Aquela que paga a conta).
O resto é discurso vazio.

Nenhum comentário: