domingo, janeiro 21, 2007

Diplomacia Brasileira

A nossa diplomacia sempre foi um de nossos orgulhos. Participou de grandes momentos e tornou-se respeitada pela forma prudente que sempre tomou nas questões internacionais, por vezes sendo até criticada pela falta de um posicionamento mais firme.

Como tudo que o PT coloca a mão está indo para o vinagre, arriscando perder sua credibilidade. Um grande exemplo é o que aconteceu nesta reunião do Mercosul. Nossos embaixadores do Itamaraty correram em justificar e defender Hugo Chavez. Não é nosso papel. O princípio da não intervenção novamente foi desrespeitado, como foi quando Lula I foi à Venezuela fazer campanha para o companheiro. Deveriam ter ficado calados. Pior ainda foi a justificativa. Que tudo que está sendo feito está de acordo com as leis venezuelanas.

Pois um tal de Adolf Hitler também se tornou chanceler da Alemanha dentro das leis do seu país. E deu no que deu.

Nenhum comentário: