sexta-feira, janeiro 05, 2007

Os 5 primeiros dias de novo mandato

Não adianta. Nada mudou. Lula prometeu solenemente que em seu segundo mandato não compararia mais com FHC, e sim com ele mesmo. Não durou muito mais uma de seus discursos vazios. Hoje mesmo já criticou FHC na solenidade que sancionou a lei do saneamento. Continua valendo o mesmo que valia suas palavras: absolutamente nada.
Para começar bem seu governo resolveu tirar umas férias na praia. Ah, o homem merece umas férias também? Que o fizesse depois das eleições e não começando um novo governo. Mas tudo isso é pouca coisa.
O mais interessante é a disputa da presidência da câmara. Para garantir a eleição de um pau-mandado o presidente resolveu adiar a reforma ministerial. Só ganha ministério e estatal quem colaborar. O recado é claro, Lula quer o controle do legislativo. E se puder também o judiciário é claro.
E tem gente que acha exagero dizer que Lula e o PT lutam contra a democracia.
Só a incopetência deste pessoal pode nos salvar do desastre, porque a oposição é uma vergonha e a sociedade está acéfala. Os movimentos sociais estão no bolso do governo e até a imprensa já está desistindo aos poucos das denúncias.
E vamos caminhando num país onde mais de 80% está satisfeito com a vida mas só 40% tem esgoto.

Nenhum comentário: