quinta-feira, fevereiro 15, 2007

Real Potosí 3 x 3 Flamengo

Não dá para comentar futebol num jogo destes. O Flamengo estabeleceu um recorde: nunca um time brasileiro jogou em altitude tão alta. 3850 metros. Bateu o recorde do São Paulo em 1993 que jogou a 3700 metros. Besteira? Então porque o Flamengo tinha um cardiologista de plantão na beira do campo e metade dos jogadores tiveram que receber oxigênio antes mesmo do fim da partida? Obina e Juan tiveram que sair porque não aguentaram as dores de cabeça. O goleiro Bruno chegou a passar mal em campo. Para piorar estava um frio miserável e chovendo uma barbaridade. O gramado? Bariri é um tapete perto do que se viu ontem. E a FIFA permite um absurdo destes.

O Potosí fez 2 x 0 no primeiro tempo quando os jogadores do Flamengo visivelmente estavam mais preocupados em economizar forças do que jogar futebol. Em desvantagem não tiveram outra opção. Foram para frente e com gols de Roni e Obina empataram a partida. Aí acabaram as forças e a partida passou a ser uma questão de sobrevivência. Um bom resultado levando tudo isso em conta.

Nenhum comentário: