quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Sem limites

A cada dia o petismo fica mais assanhado e rompe um novo limite. Já achava um absurdo instalar máquinas de camisinhas em escolas públicas. Não que seja contra educação sexual, muito pelo contrário, mas acho que a atitude maior deve ser da família e não do Estado. Fico imaginando uma sala de crianças recebendo educação sexual de um companheiro engajado do PT. Acho que a máquina é contraproducente, serve mais como um convite ao sexo do que qualquer outra coisa. É só lembrar dos nossos tempos de escola.

Só que não é o pior, vejam isso:

“Colocar o preservativo pode ser uma excelente brincadeira a dois. Sexo não é só penetração. Seduza, beije, cheire, experimente!".


Não, não é de uma revista de adultos, é uma cartilha que será distribuída pelo Ministério da Educação nas escolas públicas para jovens de 13(?!) aos 19 anos. Na cabeça de que idiota uma pessoa de 13 recebe a mesma informação que uma de 19?

E tem mais, tem um espaço na cartilha para o jovem relatar sua ficadas! E ainda se refere ao pênis com camisinha como o “O pirata de barba negra e de um olho só [que] encontra o capuz emborrachado". Além do absurdo ainda é de profundo mal gosto!

Vejam o que disse a companheira do Ministério da Saúde:

“O foco é o jovem, não a eventual censura que possa vir de um pai. A realidade é essa, ficar, hoje, é parte da vida de muitos jovens, e o caderno é para anotações pessoais”.


Veja, o Estado considera que não deve satisfação ao pai da criança, que fará o que achar melhor independente do seu consentimento. Acorda Brasil! Além de estar jogando o país no lixo ainda vamos consentir em doutrinação de nossos filhos?

É bom que essa cartilha passe bem longe da escola dos meus filhos, que é particular graças a Deus! É esse o Estado que defendem?

Nenhum comentário: