terça-feira, março 27, 2007

Racismo

BBC Brasil - E no Brasil tem racismo também de negro contra branco, como nos Estados Unidos?
Matilde Ribeiro - Eu acho natural que tenha. Mas não é na mesma dimensão que nos Estados Unidos. Não é racismo quando um negro se insurge contra um branco. Racismo é quando uma maioria econômica, política ou numérica coíbe ou veta direitos de outros. A reação de um negro de não querer conviver com um branco, ou não gostar de um branco, eu acho uma reação natural, embora eu não esteja incitando isso. Não acho que seja uma coisa boa. Mas é natural que aconteça, porque quem foi açoitado a vida inteira não tem obrigação de gostar de quem o açoitou.


Este absurdo foi dito pela Secretária Especial de Política da Promoção da Igualdade e mostra que a noção de igualdade dela é meio torta. Imagino o que acontecesse se um branco afirmasse que é normal o racismo de brancos contra negros estaria preso. E sem direito à fiança. Mas ela pode falar o contrário que é tudo normal. Afinal é mulher e negra. Nos dias de hoje inimputável. Aliás foi a defesa da Benedita quando foi flagrada gastando dinheiro público para ir em encontro de sua igreja na Argentina. Na época disse que era preconceito por ser mulher e negra.

Se fosse seguir seu pensamento haveria também racismo de negro contra negro. A história mostra que antes da chegada dos europeus no continente africano eles já guerreavam e escravizavam os derrotados. Como os brancos escravizavam brancos na antiguidade. Aliás, os negros eram vendidos aos europeus pelos próprios negros, o que evidentemente não os isenta da responsabilidade pela escravidão.

Uma autoridade com um pensamento desses deveria ser demitida. Aqui, neste circo de horrores, não vai acontecer nada. Já não concordo com a política racial que está sendo implantada no Brasil, conduzida por um pensamento desses fica ainda pior. E vamos vivendo.

Nenhum comentário: