quinta-feira, abril 12, 2007

Melhor do que se esperava

Difícil descrever o que foi este incrível jogo entre Botafogo e Vasco da Gama. Um daqueles para ficar na história como um dos grandes jogos brasileiros de todos os tempos.

Para ter uma idéia com 2 minutos e meio o Vasco já vencia o jogo por 2 X 0, depois de duas falhas incríveis da defensiva botafoguense. Quando parecia que o jogo ficaria nas mãos da equipe de São Januário em cruzamento pela direita Luciano Almeida diminuía.

O Botafogo assumiu rapidamente o domínio e logo empatava a partida com gol de Zé Roberto. Parecia que a equipe botafoguense controlaria a partida mas ,em grande jogada, Jorge Luis colocou o Vasco novamente em vantagem. E Romário ficou a milímetros de tocar na bola, embora ela já estivesse dentro do gol. Imagina-se o que aconteceria se ele tivesse tocado na bola. Para quem o juiz daria o gol?

Pouco tempo depois em jogada parecida com o primeiro gol, Dodô empatava. Tudo com 30 minutos jogados. No fim do primeiro tempo, em cobrança de falta, Lúcio Flávio colocou o Botafogo em vantagem.

O segundo tempo também foi corrido, só que devido a duas expulsões exageradas a partida ficou tensa. Por três oportunidades o Botafogo esteve para definir a partida, uma delas houve penalti que deixou de ser marcado.

Quando o Botafogo começava a administrar o jogo, o Vasco mais no coração do que qualquer outra coisa, conseguiu empatar a partida com um gol de cabeça de Alan.

O Botafogo ainda perderia uma oportunidade com Dodô, mas quis o destino que a partida fosse decidida nas penalidades.

Muita confusão para iniciar a disputa, e Romário mostrou-se sem condições de cobrar penalti.

Novamente o Vasco foi mal nas penalidades e perdeu as duas primeiras cobranças facilitando o serviço do Botafogo que sem perder cobranças garantiu a vitória por 4 X 1.

Fica a imagem de duas equipes aguerridas que se dedicaram ao extremo à partida. O Botafogo tem mais time e mostrou isso durante o jogo. Não fossem as incríveis falhas teria vencido o jogo, mas clássicos mostram que os erros custam caro.

Uma grande partida que efetivamente não merecia terminar com derrotados. Mas era jogo que só poderia passar um e o Vasco pagou o preço pelos pontos perdidos contra Americano e Cabofriense que o colocou diante da melhor equipe do campeonato até aqui.

Nenhum comentário: