quinta-feira, abril 19, 2007

Punições parecidas, mas diferentes

Duas punições por lances da mesma natureza em jogos de futebol ocorreram esta semana. O atacante Fabrício Carvalho foi suspenso por ter feito um gol com a mão e o atacante Adriano foi suspenso por ter simulado um penalti.

Ambas punições deveriam ser rotina no futebol. Hoje com as câmeras registrando cada ângulo de uma partida, fica fácil identificar as tentativas _ muitas vezes com sucesso _ de fraudar as leis do jogo. Nos casos acima concordo com uma e discordo da outra.

A punição do Adriando foi correta. Baseado nas imagens o comitê disciplinar italiano fez o que se espera dele. Puniu o jogador pela simulação com 2 jogos.

Já no de Fabrício Carvalho é diferente. Os comitês de mesma natureza no Brasil não punem ninguém por este tipo de lance. O jogador só pegou o gancho porque reconheceu o ato ao final da partida. Ele não foi punido por uma análise criteriosa das imagens, mas pelo que disse. Pagou o preço de reconhecer o ato que praticou. Qual a mensagem que ficou? Da próxima vez ficar calado. O resto pode.

Nenhum comentário: