terça-feira, maio 08, 2007

Blog do Cláudio Humberto:

Os diplomatas estão envergonhados com a subserviência do governo Lula ao da Bolívia, que ameaça expulsar 35 mil famílias brasileiras da região de fronteira. Em vez de ameaçar com a expulsão de bolivianos que vivem no País ilegalmente, o secretário-geral Samuel Pinheiro Guimarães enviou a La Paz o embaixador Oto Agripino Maia, entre 23 e 27 de abril, para pedir que a expulsão das famílias se faça de forma “humana, ordenada e cooperativa”. A expressão está em comunicado distribuído pelo Itamaraty às embaixadas, destacando que o governo brasileiro também "registrou o acatamento irrestrito da soberania boliviana e dos seus mandamentos". Oto Maia, que tem ótimo conceito entre os colegas, mas se submeteu a esse triste papel, é subsecretário-geral das Comunidades Brasileiras no Exterior.


Pois é. E a imprensa em geral considerou Lula como um gênio das relações internacionais pela forma equilibrada e responsável como tratou a Bolívia. É muito fácil evitar conflitos quando se cede a todas as exigências. O grande problema é que além de contrariar os interesses nacionais, cria uma expectativa por novas pressões. Cria-se um ciclo. Como acreano só tenho um medo: que Morales resolva exigir o meu estado de volta. Por que se exigir...

Nenhum comentário: