sábado, julho 14, 2007

Nota de pesar


Do blog do Cláudio Humberto:

O grupo de militares mobilizou doações e pagou a publicação de "Nota de Pesar", hoje, no jornal Correio Braziliense, protestando contra a decisão da Comissão de Anista, do Ministério da Justiça, concedendo à viúva do ex-capitão Carlos Lamarca (que desertou do Exército, no regime militar, para se associar à luta armada) uma pensão de general de brigada. A nota propõe que "elevemos nossas preces a Deus e pedimos pelas almas de suas vítimas, por ele assassinadas", citando Orlando Pinto da Silva, Guarda Civil de São Paulo, assassinado em 9 de maio de 1969; Alberto Mendes Júnior, tenente da PM-SP, assassinado em 10 de maio de 1970; e Hélio Carvalho de Araújo, agente da Polícia Federal, assassinado em 10 de dezembro de 1970. A nota conclui: "Aos familiares desses homens, mortos no cumprimento do dever, nossa solidariedade e revolta. À sociedade brasileira, já desgastada pela descrença em valores éticos e morais, só resta lamentar por mais essa demonstração do revanchismo político".

Nenhum comentário: