sexta-feira, agosto 17, 2007

A porta fechada

A porta se fechou,
não sei o porquê, nem a razão;
apenas cheguei, e assim a encontrei,
a porta fechou e do lado de cá fiquei.

Procuro motivos,
busco respostas,
nada encontro, nada entendo.
Só sei que aqui estou,
aflito, esquecido, esperando...
do lado de fora de uma porta fechada.

Sei que nossa caminhada fácil não foi,
houveram momentos que juntos estávamos,
e outros que já não mais nos entendíamos,
mas confiava e tinha fé...
na amizade que aos poucos construíamos.

Hoje estou aqui, a porta fechada,
circulo e circulo, busco uma brecha...
Sabes onde estou, sabes que procuro,
mas escolheste este caminho e fazer nada posso,
apenas aguardo e tento entender
porque aqui me deixaste.

Difíceis são os caminhos para a alma humana,
e perdidos muitas vezes nos encontramos.
Procuramos respostas, procuramos entender,
mas no escuro frequentemente nos achamos,
de lados opostos de uma porta fechada.

Nenhum comentário: