sexta-feira, outubro 19, 2007

Vasco 1 x 2 Flamengo

Direito de sonhar


A chuva que castigou o Rio de Janeiro certamente impediu um novo recorde de público no Maracanã, mas mesmo assim, dentro dos padrões atuais, a galera compareceu para assistir este clássico que definia um direito; o direito de sonhar.

Logo no início, Toró acertou um chute de fora da área e contou com a grama molhada para complicar Silvio Luís e colocar o rubro-negro na frente. Pouco depois, em cobrança de falta, Andrade também contou com a grama e empatou o clássico. Colace, que entrara no lugar de Rômulo, foi expulso em um carrinho que 99% dos árbitros dariam o amarelo. Poderia ser o lance que definiria o jogo, pois o primeiro tempo estava ainda na metade e o Flamengo ficava com um jogador a menos.

Mas o time da Gávea era melhor e chegou ao desempate com Ibson de penalti. Para melhorar mais ainda, no último minuto da primeira etapa, Marcelinho, do Vasco, tanto fez que acabou conseguindo ser expulso e deixou tudo igual.

No segundo tempo o Flamengo se fechou e mesmo assim o Vasco pouco criou, sendo que as melhores chances ficaram com o rubro-negro, principalmente após a entrada de Obina. A partida terminou 2 x 1 e o Mengo conseguiu o direito de sonhar.

Sim, o que era impossível a poucas rodadas se transformou em um sonho. Muito difícil, mas mesmo assim possível. 5 pontos afastam o Flamengo de Grêmio e Palmeiras na disputa por uma vaga na Libertadores. Faltam 7 rodadas.

Tudo depende do próximo jogo, domingo contra o Grêmio. Uma derrota praticamente acaba com as reduzidas chances que possui, uma vitória, e se possível com um tropeço do Palmeiras colocaria o Flamengo a dois pontos dos dois adversários.

Antes de pensar em secar os adversários é fundamental fazer o dever de casa e vencer o Grêmio. O tricolor gaúcho tem a seu favor uma semana de descanso; o rubro-negro o Maracanã, que estará lotado.

A sorte está lançada.

Nenhum comentário: