sábado, novembro 24, 2007

Um único senão

Ainda não consegui entender porque o procurador geral da república fez o correto no caixa dois mineiro, pedindo o indiciamento de Azeredo, por ser o principal beneficiário do esquema, e deixou de fora o beneficiário do esquema do mensalão. Ainda mais que o segundo caso foi muito além de um caixa 2 eleitoral, que é crime, ao realizar a compra de parte do congresso nacional. Ficou com medo?

A substituição do Walfrido por José Múcio mostra, mais uma vez, o tamanho da banana em que vivemos. O cara foi um dos participantes do esquema que comprou o PL como aliado do PT. Mas a nomeação não deixou de ser a cara do atual governo.

Nenhum comentário: