terça-feira, maio 13, 2008

100 Poemas Essenciais da Língua Portuguesa


Organizado por: Carlos Figueiredo

Uma das coisas que resolvi este ano foi prestar mais atenção a poesias. Sempre fui muito reticente para com elas, mas estou me convencendo que a poesia é uma forma de contato com nossa própria alma. Não pode ter sido a toa que Aristóteles escreveu um livro inteiro sobre a poética.

Como sou muito ignorante no assunto acabei comprando este livro. Encarei-o como um índice para pelo menos ter uma idéias dos autores e suas obras. Foi com este espírito que li esta coletânea organizada por Carlos FIgueiredo.

Desde o português D Sancho I até a angolana Ana Paula Taváres, passando por Sá de Miranda, Camões, Gregório de Matos, Fernando Pessoa, Carlos Drummond de Andrade e tantos outros, o autor apresenta um mosaico de poesias nos mais diversos estilos.

Gostei particularmente dos Cantos III e IV dos Lusíadas (episódio de Inês de Castro e o episódio do homem do Velho do Restelo), A Jesus Cristo Nosso Senhor (Gregório de Matos), Louco (Junqueira Freire), O morcego (Augusto dos Anjos), Mar Português (Augusto dos Anjos), Ópio (Fernando Pessoa) e Amiga(Florbela Espanca).

Pelo menos agora já tenho uma direção a seguir!

"Eu sou, Senhor, a ovelha desgarrada,
Cobrai-a, e não queirais, pastor divino,
Perder na vossa ovelha a vossa Glória."

Gregório de Matos

Nenhum comentário: