terça-feira, maio 27, 2008

Amor que o vento levou

Apesar de todo este tempo jamais te esqueci
embora tenha seguido meu caminho, assim como seguiste
o teu, e meu sentimento tenha legado despiste
de uma amor que na época foi tudo que vivi.

Sofri como sofrem os amantes
quando sabem que não são mais amados
e na dor que habita os corações apaixonados
ficam eternas lembranças agora em instantes.

De longe fico sabendo de ti, cada novidade
que mesmo na felicidade que a vida me reservou
ainda me atinge com relutante e triste gravidade.

Sinto que nosso amor ainda não terminou
ou deveria dizer meu, pois este é o único que garanto
pois o seu, nada posso fazer, o vento para longe levou.

Heleno Marques

Nenhum comentário: