sexta-feira, maio 30, 2008

"Empezinho"

O "empezinho" é uma invenção genial.

Sexta feira, saindo do trabalho, com meio expediente, o pessoal se reúne, não para um churrasco, mas para um empezinho. Trata-se de apenas carne e cerveja; ok, tem refrigerante também. Todos ficam em volta da mesa, em pé (daí o nome), comendo sua carninha, com a mão mesmo, alguns, mais educados, com palitos e jogando conversa fora.

O tempo voa nestas horas, é impressionante. É como descarregar toda aquela carga de trabalho semanal e se purificar para iniciar com pé direito o final de semana. Não pode tentar melhorar se não estraga. Querer colocar mesas para o pessoal sentar, acompanhamento para o churrasco, levar os conjugues, tudo isso atrapalha.

É uma hora de descontração, em que os chefes não são mais chefes e algumas coisas podem ser ditas, sempre em tom de brincadeira. Pô chefe, o senhor pegou pesado com aquela tarefa... Coisas desse tipo.

Também é uma boa hora para contar piadas, daquelas bem sujas. Aliás, no empezinho quanto mais suja melhor. Conta-se estórias, normalmente divertidas, outras nem tanto. Fala-se de trabalho, apesar de todo mundo falar que é proibido falar de trabalho.

Chega a ser engraçado. É só alguém falar que é proibido falar em trabalho que fica um silêncio danado. Até que alguém não agüenta e começa: "fulano foi promovido hoje..."

Este é o empezinho, uma instituição genuinamente brasileira.

Um comentário:

arquimedes700 disse...

Amigo Jota:
Vivo no meio militar a quase trinta anos, mas no momento sou Servidor Civil.
Para ficar 10 poderia trocar a palavra "suja" pela palavra "picante", fica mais xique.
rsrsrs
Um abraço!
Sidnei
http://br.geocities.com/arquimedes700/xadrez100mestre.html