segunda-feira, setembro 08, 2008

Tudo começou com uma bala. Com uma delas eu quebrei um bloco; isso na segunda, no sábado consegui um horário com um amigo nosso.

O problema é que na sexa fui em um empezinho. Na primeira costeleta de carneiro senti o creck. Minha esposa achou que tinha sido apenas o núcleo que soltara, nada demais. Pois é. No sábado o diagnóstico, tinha fraturado a raiz, o que significava que entraria no mundo mágico dos implantes.

A cirurgia foi marcada para domingo à tarde; tinha pressa por causa da ida para o Haiti. Pelo menos o consultório tinha tv e dvd, pude escolher minha trilha sonora! No meio de motores e um pouco de força bruta escutava Ringo e sua All Time Band. Se é para sofrer um pouco que seja com estilo!

Deu tudo certo na cirurgia embora o dente tenha se esmigalhado na hora de arrancar e o dentista tenha que tirar pedacinho por pedacinho. Apesar a anestesia e não sentir dor confesso que é uma sensação bem ruim ter alguém fazendo tanta força na sua boca.

O fato é que terminou e passei a noite de ontem tomando doses generosas de sorvete de creme. Acho que meus dias de comedor de balas já era, não estou nem um pouco a fim de passar por isso novamente.

Agora é ficar um tempo sem falar para evitar complicações. Ainda bem que posso digitar!

Nenhum comentário: