terça-feira, novembro 18, 2008

Atualizando...

Encontro-me, desde ontem, no Haiti. Agora é de verdade. Depois de 6 meses de preparação, culminando com uma semana de concentração em Aquidauana, enfim começou a missão. Serão pouco mais de 6 meses e o tempo está correndo.

Ontem, nosso primeiro dia, nos dedicamos a arrumar as coisas e nos instalar. Hoje comecei a receber a função e aprender a rotina de atividades. Não é minha intenção usar este blog para descrever as atividades de engenharia, até porque muito do que acontece aqui não é assunto público. Minha intenção é mais registrar o trivial do que o relevante.

Por trivial entenda-se as pequenas coisas que nos fazem refletir sobre a condição humana. Na maioria das vezes não importa quem, mas sim o quê. As motivações, as conseqüências. Joyce dizia que o escritor tinha a capacidade de transformar o trivial em algo extraordinário. Longe de me conceder este poder, acredito que no trivial muitas vezes encontrarmos verdadeiras pérolas.

Um pequeno exemplo.

Quando estive no Haiti em agosto, notei que vendiam pães ao ar livre, no meio da poeira e da fumaça dos carros. Ontem, vindo do aeroporto, reparei que os pães estavam todos dentro de sacos. Pode não ser nada, mas pode ser um sinal de que aos poucos as coisas estão melhorando por aqui, que o progresso é possível. Um colega reparou que de modo geral as coisas pareciam um pouco mais organizadas.

Muitas vezes as próprias pessoas que vivem este dia a dia não conseguem perceber este movimento. A mudança acontece tão lentamente que só é perceptível para o observador ocasional, como foi nosso caso. É bem possível que nos seis meses que estivermos aqui não consigamos ver mudanças por estarmos imersos nesta realidade. Talvez alguém de fora, em junho do ano que vem veja com mais clareza.

É preciso ter sempre esperanças e sonhos para se conseguir progredir. Talvez o haitiano, depois de tanto sofrimento, esteja começando a sonhar em dias melhores. Se assim aconteceu, deram o primeiro passo. Os outros virão naturalmente.

Um comentário:

Anônimo disse...

Muito interessante. As suas observações um dia poderão virar um livro. Escreva todos os dias sobre o que você observar. As coisas triviais reunidas e organizadas em um texto podem se transformar em algo interessante.