quinta-feira, novembro 13, 2008

Êxodo

Irene Pacheco Machado
Pelo Espírito Cecília
Ed Recanto

Este é o segundo volume da série A Bíblia na Linguagem Espírita, e trata do livro do Êxodo.

Segundo a doutrina espírita, Moisés foi um precursor de Jesus. Veio à terra por diversas vezes para preparar o povo para receber o Cristo, a mais notável delas foi sua encarnação como o homem que conduziria o povo de Israel do cativeiro do Egito até a Terra Prometida.

Uma vez discuti com um colega sobre a interpretação da Bíblia. Segundo ele, o texto só permite uma interpretação possível, não haveria como errar. Discordei na época e mais ainda hoje. O texto é tão rico que considero impossível duas pessoas lerem um mesmo versículo e terem a mesma interpretação.

Esta série vem apresentar os livros que compõe a Bíblia e explicá-los segundo a doutrina espírita. Moisés veio trazer uma mensagem para um povo rude e incrédulo e por isso não podia dizer tudo. Se muitas vezes foi duro, foi porque era necessário. Seu povo não estava ainda em condições de entender uma mensagem baseada no amor.

Os dez mandamentos não foram apresentados para a humanidade naquele momento, na verdade estão cravados no subconsciente de cada um de nós. O que Moisés trouxe, do alto da montanha, foi a lembrança das leis de Deus. As duas tábuas, cada uma com cinco mandamentos, traziam as leis em relação a Deus e em relação ao próximo. Jesus as confirmariam depois dizendo que os mandamentos se resumiam em duas leis: amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.

Cecílica explica que não era Deus que falava com Moisés no alto do morro e sim Jesus. Algumas vezes eram outros espíritos de luz, todos imanados da missão de orientar a humanidade.

Êxodo é um livro de estudo para os espíritas. Esclarece as passagens mais obscuras e incompreensíveis do livro que narra a história de Moisés, nos mostra um guia que muito se sacrificou para nos conduzir e mais do que tudo, mostra o amor de Deus por sua criação.

Nenhum comentário: