quarta-feira, fevereiro 25, 2009

Na República Dominicana

É claro que nossos brazucas da Companhia de Engenharia apontaram das suas na República Dominicana. Algumas estórias rápidas.

Um de nossos, metido a conquistador, resolve gastar seu portunhol com uma garota.
__ Buenos Dias! Soy brasileno. Como estas? De onde es usted?
A garota respondeu de pronto:
__ Governador Valadares!

Outro, recebe a oferta de ajuda de um "promoter" local.
__ Se quieres uma chica, hablas comigo. Pero, se queres um chico, no hablas comigo!

Um capitão estava tranquilamente utilizando um mictório do hotel quando um estrangeiro, ao seu lado, também utilizando um mictório, solta um sonoro peido. Sem se abalar, o gringo vira para ele, sorri e diz:
__ Sorry!

Três companheiros resolvem alugar um carro. O tanque estava vazio, param no posto para abastecer. Como iriam ficar apenas dois dias com o veículo, resolvem colocar 10 litros no tanque.
Quando saem do posto, verificam que o tanque estava cheio. Um tanque de dez litros? Mistério.
Parece que os bravos não perceberam que a medida padrão na República Dominicana era o galão...

Nenhum comentário: