domingo, março 15, 2009

Grandes Esperanças (Filme)


Grandes Esperanças é um dos melhores livros já escritos. Adaptá-lo é uma tarefa extremamente difícil, principalmente se tentar fazê-la de forma literal; simplesmente não há como. Lembro que ler a última parte do livro foi uma experiência de tirar o fôlego, era uma surpresa a cada página, uma revelação atrás da outra.

Cuarón foi no essencial, a estória de amor entre um jovem sensível e uma mulher que foi criada para machucar os homens, para não ter emoções. A Inglaterra industrial deu lugar à Flórida e Nova Iorque nos tempos atuai.. Um grande elenco tratou de completar esta mais nova versão. O resultado é um bom filme que leva para os dias de hoje um pouco da magia de Dickens.

Paltrow está belíssima, em papel muito superior ao que lhe deu o Oscar no mediano Sheakespeare in Love. De Niro nos faz lamentar ter aparecido tão pouco como o fugitivo Arthur. Bancroft arrasa como Dinsmoor em um interpretação alucinada. Hawke segura as pontas como Finn.

No geral o filme cumpre com a árdua tarefa de levar Dickens para a tela grande. Uma obra densa como Grandes Esperanças não poderia ser transposta de maneira literal. Cuarón entendeu e nos deu um filme coeso e elegante.

----------------
Now playing: Gov't Mule - Life Before Insanity
via FoxyTunes

Nenhum comentário: