quinta-feira, agosto 27, 2009

Francenildo e Palocci

Gilmar Mendes acabou de anunciar seu parecer, como relator, sobre o acatamento da denúncia contra Antonio Palocci, Marcelo Netto e Antonio Matoso. Segundo o presidente do STF, não há provas materiais contra Palocci e Netto, mas indícios suficientes contra o último.

Se o voto de Mendes está correto, coisa que sou incapaz de julgar, resta mais uma evidência que a constituição de 88 foi um grande guarda chuva para proteger políticos da responsabilidade de seus atos. Ficou claro que houve a quebra de sigilo de um indivíduo, que Antonio Palocci recebeu o extrato da conta corrente e que o passou a seu acessor de imprensa. O principal beneficiado da ação; aliás, seu único, não será processado por falta de provas, como se este tipo de coisa se fizesse com ordem registrada em cartório.

Uma lástima.

Nenhum comentário: