segunda-feira, setembro 07, 2009

O menino e o pião


Este quadro do pintor francês Jean Batiste Chardin encontra-se no Museu de Artes de São Paulo e foi pintado em 1735. Mostra um menino que coloca seus estudos de lado para observar o movimento imprevisível de um pião. Um lembrete que não devemos nunca perder a visão da realidade, que tudo que encontramos nos livros deve estar de acordo com o real e não o contrário como adverte Mendo Castro Henriques no curso que estou assistindo sobre Filosofia Política em Eric Voegelin. Aliás, foi o próprio palestrante que falou desta tela.

Voegelin defendia que a consciência só se desenvolve pela abertura à realidade. O homem que recusa-se a ver o mundo real é um homem doente e se estiver investido de poder, será um doente muito perigoso como mostrou Adolf Hitler e até hoje mostra Fidel Castro. Eles nunca pararam para observar o pião.

Nenhum comentário: