quarta-feira, dezembro 30, 2009

Os melancias recebem seu presente

Há muito notei o entusiasmo com que muitos militares se referem ao governo petista por conta das migalhas de aumentos que tiveram em seus contra-cheques. Reclamam que não tiveram tal tratamento no governo FHC e é verdade, embora não tenham levado em conta que o governo tucano teve a difícil tarefa de atingir o equilíbrio das contas públicas em um ambiente internacional bastante adverso (crise asiática, México, Rússia) e Lula encontrou um mar de rosas a sua frente e um estado saneado duramente.

Desesperam-se a todo tempo com Serra porque este "não gosta de militares". Concordo, não gosta mesmo. O que não significa que no governo vai se empenhar em afrontar suas forças armadas. Tem inteligência suficiente para não cair nesta armadilha.

O implícito deste pensamento dos melancias brasileiros (verde por fora e vermelho por dentro) é que o governo Lula gosta dos militares. Pois aqui está o presente de natal do líder deles. Façam bom proveito e engulam.

http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,projeto-que-revoga-lei-de-anistia-fez-jobim-ameacar-se-demitir,488397,0.htm

É o que dá pensar em política apenas pelo contra-cheque.

Nenhum comentário: